segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Rasga
Expurga e sai,
Grita, geme, faz doer
Arde, range, roi, solta
Tudo o que pensar que saia, sai
Vai e volta
Violeta musgo
Cheira e cai
Cambalhota acrobática em suástica
Sua, sua, que vai
Sou sua e me dispo
Rasgo
Expulso e vou
Tudo o que pensar que sou, serei
Sou sua, sou seu, sou eu quem vai
E volta num corpo meu
Ao seu silêncio
Mas pra eu me aquecer, volta aqui,
Volta procê ver
Pra rasgar de dor, essa saudade,
Essa dor de você

5 comentários:

Sobre o Viva o Centro disse...

Olá! Já seguimos seu blog! E te convidamos para visitar e conhecer o nosso:
http://vivaocentrovix.blogspot.com/

Um ótimo dia!

Isa disse...

ê saudade, hein

Flávio Borgneth disse...

É questão de carnes. Vide de pele e uns copos de cerveja. Esquina... Gostei da velocidade!
Abraço...eu volto!

Henrik disse...

uuuuuuuuu!

Scherminador disse...

quase um trava linguas,mas a ideia permaneceu e a saudade continua. show parcero. Seguindooooo